início > Cooperativas > CALF

curiosidades

Leite frio ajuda a diminuir as dores de estômago.

prémios

  • Concurso Queijos de Portugal 2014 | Melhor Queijo 2014 | Categoria: FLAMENGO

    ver mais
  • Concurso Queijos de Portugal 2014 | Melhor Queijo 2014 | Categoria: ILHA

    ver mais
  • Concurso Queijos de Portugal 2014 | Melhor Queijo 2014 | Categoria: NOVOS SABORES

    ver mais

CALF

Desde 1893 que várias fábricas de lacticínios se instalaram no Cascalho, na freguesia de Cedros, na ilha do Faial, formando a Castro e Goulart. No entanto, estas foram desaparecendo, terminando este processo com a falência da antiga Fábrica de Lacticínios Faial, Ltd, em 1940.

Com a criação da actual Cooperativa Agrícola de Lacticínios do Faial, CRL e a aprovação dos seus Estatutos, pelo Alvará do Ministro da Economia, em 29 de Outubro de 1943, concluí-se o processo da sua constituição.

Inicialmente circunscrita à transformação do leite produzido na freguesia de Cedros e algumas freguesias próximas, para a produção de leite e manteiga, rapidamente cresceu e estendeu-se a outras localidades rurais. Afirmando-se como uma das principais forças pelo desenvolvimento socioeconómico, não só da freguesia de Cedros, mas de toda a ilha do Faial.

Em 1960, quando então foi inaugurada uma nova unidade produtiva, considerada a mais moderna por possuir avançados equipamentos de transformação e de processamento de leite no país. Esta conjuntura facilitou o desenvolvimento do fabrico de diversos tipos de queijo de elevada qualidade, que rapidamente se impuseram junto novos clientes, fidelizando consumidores até hoje.

Decorreram cerca de 40 anos até que em 2004, foram inauguradas novas instalações fabris, dotadas da mais avançada tecnologia, colocando a CALF na vanguarda tecnológica no sector de processamento de produtos lácteos.

Para responder à crescente exigência do mercado apostamos na qualidade dos nossos produtos para elevar o nível de confiança que os nossos clientes depositam neles ao leva-los para as suas casas.

O nosso nível tecnológico actual, permite um acompanhamento contínuo e integrado de todo o processo de transformação do leite, nas suas diversas fases. Sustentamos este processo por uma política de qualidade assente em critérios extremamente exigentes. Sendo, portanto a junção constante de todos estes factores que nos permite produzir os melhores lacticínios, fruto do melhore leite açoriano.